Quer vender online? Conheça 4 plataformas de e-commerce

carrinho de compras

Ser dono do próprio negócio é o grande desejo de boa parte dos brasileiros. O famoso espírito empreendedor vem conquistando cada vez mais entusiastas e de acordo com a pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor) aproximadamente 52 milhões de brasileiros estavam envolvidos com alguma atividade empreendedora em 2018.

As lojas virtuais sempre foram um dos principais meios que pequenos empreendedores encontraram para iniciar sua jornada no mundo dos negócios. Durante a pandemia, o Brasil registrou um aumento médio de 400% no número de lojas online abertas por mês.

De acordo com a ABComm, até o final de março, a média de abertura de lojas virtuais era de 10 mil por mês. Após decretos determinando o isolamento social, o número saltou para 50 mil mensais.

Sabendo que vender online é um caminho que abre portas, decidimos trazer 4 dicas de plataformas de e-commerce que estão ajudando brasileiros na criação de lojas virtuais. Vamos lá?

Principais plataformas de e-commerce no Brasil

Magento

O Magento Commerce é uma das plataformas de e-commerce mais completas do mercado. Para cliente de todos os portes, as lojas virtuais criadas no Magento podem operar com vendas B2B, B2C ou Marketplace. 

No ano de 2018 a plataforma foi adquirida pela Adobe Experience Cloud, o que comprova o sucesso e eficiência da ferramenta. Recursos completos de integração e personalização fazem do Magento uma das plataformas mais desejadas do mercado, aliado a ferramentas de SEO e ambientes responsivos. Nike, Samsung, Riachuelo e outras grandes marcas são exemplos de quem utiliza ou já utilizou Magento.   

WooCommerce

Se por um lado o Magento é uma das principais plataformas dedicadas a loja virtual no mundo, o WooCommerce é parte do CMS (Content Management System) mais usado do planeta, o WordPress. Estima-se que quase 30% das páginas de internet são de sites feitos em WordPress, o que é muita coisa!

E o WooCommerce nasceu da necessidade de uma loja virtual dentro do WordPress e já detém 26% de todos os e-commerces globais. A facilidade no cadastro de produtos, integrações e facilidades nas formas de pagamento são algumas vantagens da plataforma. O código aberto é outro diferencial, que permite personalizar o ambiente e fazer conexões com outros softwares.

Nuvemshop

Diferente das opções anteriores, a Nuvemshop permite que o próprio empreendedor possa criar sua loja virtual de uma forma fácil e rápida, sem depender de programadores ou desenvolvedores. A plataforma já está no mercado há 10 anos e atualmente possui mais de R$ 3,5 bilhões em vendas anuais por seus clientes.

Também foi eleita como a melhor plataforma de e-commerce em 2017 e 2019 pela ABCOMM. O lado positivo é que o conteúdo, tutoriais, suporte e demais funcionalidades são todas em português. Pode ser uma boa idéia para quem está começando a se aventurar com lojas online. 

Loja Integrada

Por último temos a Loja Integrada, uma plataforma de e-commerce brasileira com mais de 1 milhão de lojas criadas. A Loja Integrada recebeu também o prêmio de Melhor Plataforma de e-commerce para PME, pelo e-bit. 

Um dos grandes benefícios da plataforma é a sua própria coleção de aplicativos, que permite personalizar ainda mais a loja virtual com temas e recursos exclusivos. Além disso, há planos para todos os gostos, desde lojas virtuais grátis aos planos mais robustos. 

E aí, gostou das nossas dicas sobre as plataformas de e-commerce? Seja para quem está começando ou já possui uma estrutura avançada de venda online, é sempre bom conhecer as possibilidades do mercado. 

Continue acompanhando nosso blog para mais notícias e curiosidades sobre o universo dos transportes, fretes, lojas virtuais e mais.