Qual é a importância do FIFO, LIFO e FEFO para o seu comércio

FIFO, LIFO e FEFO:  o que são e por que são importantes para as suas operações?

Quem trabalha com comércio sabe da importância de um controle de estoque eficiente, isso porque a gestão de estoque é o que vai definir todas as operações de uma loja e, em épocas de grande movimento, como feriados e datas festivas, é a organização do estoque que vai garantir que as entregas cheguem no prazo.

Mas para essa gestão eficiente, existem algumas metodologias ligadas ao assunto, sendo as principais e mais importantes o FIFO, LIFO e FEFO.

Quer saber o que significam essas siglas e por que ela é importante para a sua loja?

Então acompanhe o nosso artigo de hoje!

A importância da gestão de estoque

Antes de falarmos das metodologias, é preciso salientar que a gestão de estoque é necessária, pois, ela é responsável em manter o equilíbrio entre os setores comerciais e organização dos produtos de acordo com as demandas, facilitando o trabalho de outros departamentos, reduzindo gastos e ampliando rendimento operacional e capital de giro.

O controle de estoque também evita desperdícios com a compra exacerbada de materiais e a possibilidade de estoque parado.

Metodologias

Embora sejam metodologias consolidadas no mercado, muitos vendedores ainda desconhecem as siglas e quais seus objetivos.

FIFO

Amplamente utilizado por empreendimentos alimentícios, o “First in, first out” ou “Primeiro a entrar, primeiro a sair” é uma estratégia utilizada para despachar produtos armazenados há mais tempo. No caso do comércio de alimentos, evita a perda de produtos cujo prazo de vencimento é curto.

FEFO

Sigla para “First expire, first out” (FIFO) ou “Primeiro a vencer, primeiro a sair”, esse método também valoriza a data de vencimento de produtos. No entanto, diferente do FIFO, este método prioriza produtos antes para saírem antes – e em grandes quantidades.

O formato beneficia segmentos alimentícios, produtos químicos e cosméticos.

LIFO

Por último, temos o LIFO: “Last in, First out” ou “último que entra é o primeiro a sair”.

Sem necessidade de gerenciar produtos perecíveis, esse método é aplicado a produtos sem data de vencimento ou resistentes à ação do tempo e é um método estratégico para vendas.

Neste caso, aplica-se a diversos produtos como roupas, eletrodomésticos, carros, celulares, entre outros produtos cujas vendas aumentam em momentos específicos, como a Black Friday.

A estratégia, aqui, é armazenar esses produtos para vendê-los em datas concorridas, como a Black Friday, por exemplo, tudo isso antes do produto ficar defasado.

Um modelo para cada segmento

Como pudemos ver ao longo do artigo, cada método de gestão de estoque corresponde ao segmento em que você está inserido.

Além do controle do estoque para fins comerciais, é importante considerar o estado dos produtos, para que você não tenha prejuízo com perdas materiais e, também, não entregue um produto defasado ou estragado para os seus clientes.

Assim, lembre-se sempre de que a gestão de estoque é fundamental para o sucesso de um negócio e escolha o método que melhor atender às suas demandas e garantir um serviço de excelência diante de um mercado cada vez mais competitivo.